11/11/2009

Festival Demo Sul promove simpósio de música, feira e shows


Segunda etapa do Festival Demo Sul traz a Londrina na próxima sexta-feira (13/11), simpósio de música independente, feira mix e mais quatro shows

Dando continuidade às atividades promovidas pelo Festival Demo Sul, o evento promove nesta sexta-feira (13/11), o V Simpósio de Música Independente e a Feira Demo Sul.

O V Simpósio de Música Independente acontece a partir das 14h na sala Teodoro, da Secretaria de Cultura. Atento aos novos paradigmas de produção cultural do cenário nacional, os produtores do Festival elegeram o tema: "Coletivos de produção cultural: formas e perspectivas”. O objetivo é mostrar ao público a maneira como algumas cidades estão se organizando para viabilizar festivais e eventos culturais em geral, através de coletivos. Os convidados para falar sobre o assunto e também sobre ferramentas que auxiliam na gestão destes núcleos coletivos são: Atílio Alencar (Macondo Coletivo - RS), Getúlio Guerra (Projeto “Pras Bandas” – Curitiba), Sandra Nishimura (Coordenadora do Programa Municipal de Economia Solidaria) e Leonardo Ramos (Secretário Municipal de Cultura). 

Atílio Alencar relatará sua experiência na gestão do Macondo Coletivo – núcleo que produz o Maconco Circus e gerencia uma casa de eventos culturais, o “Macondo Lugar”. O local, inclusive, é o tema central do mini-documentário “Macondo”, lançado em setembro deste ano, que conta a estória dos cinco anos da Casa. 

O segundo convidado vem da capital do Paraná, Getúlio Guerra. Ele coordena um projeto de arte itinerante que leva música e fotografia a escolas, produz oficinas e apresentações de bandas de rock para regiões periféricas de Curitiba. Já Sandra Nishimura auxiliará na área financeira, mostrando o trabalho de economia solidária em Londrina. Por último, Leonardo Ramos fala sobre políticas públicas em convergência com o setor cultural.

Logo em seguida, a partir das 16h, na Concha Acústica, ocorre a Feira Demo Sul, incorporada ao Festival desde a sua criação, em 2001. Este ano a Feira apresentará ao público novidades do mercado fonográfico independente, além de outros expositores, compondo uma espécie de feira mix, com camisetas, assessórios, instrumentos musicais, prevenção ao HIV, pra citar alguns.  No fim da tarde, as 17h, quatro bandas se apresentam: Mama Quilla, Terra Celta, 220 Ska Bar (SP) e Entre Tantas.

Se chover, porém, a Feira e os shows serão transferidos para a Vila Cultural Espaço ALONA. O formato permanece: a entrada será gratuita.

Primeiro sobe Mama Quilla, banda de reggae que há seis anos marca presença no cenário independente do sul do Brasil. Paralela a agenda de shows, o Mama Quilla faz o lançamento de seu segundo CD “Pulso Forte”, previsto para ser lançado no final novembro de 2009. Algumas músicas, inclusive, já podem ser baixadas no myspace da banda.

Depois Entre Tantas, cuja formação é exclusivamente feminina e possui um gosto musical eclético. O grupo tem no repertório um pouco de tudo: tocam e cantam o modo de vida de um povo, seus amores e suas dores, que narra o cotidiano do brasileiro, passando por compositores como Noel Rosa, Adoniran Barbosa, Chico Buarque, Caetano Veloso, Mart´nália, Ivone Lara, Candeia, Marisa Monte, Paulinho da Viola, entre outros.

Na sequência, 220 Ska Bar toca composições aliadas a alguns clássicos, trazendo a diversão, energia e animação características do som que o grupo faz. 

Fechando a noite, Terra Celta apresenta sua mistura de melodias celtas tradicionais, rock, MPB, folk e moda de viola, com bom humor e letras satíricas, numa apresentação marcada pela interação total entre artista e público.

Um comentário:

Neusa disse...

Gostaria de mostra o trabalho do QUARTETO INSTRUMENTAL Arreio sem freio(myspace.com/arreiosemfreio) no festival qndo são as inscriçoes?