19/10/13

Último dia de festival com o melhor do Rock

Neste sábado, o último dia do Festival Demo Sul 2013, o melhor do Rock and Roll irá invadir o palco do Hush Pub com a apresentação de 4 bandas, RelespublicaPorcas BorboletasEtnyah e El Efecto.

Relespública

Formada pelos músicos Fabio Elias (guitarra e voz), Emanuel Moon (bateria) e Ricardo Bastos (baixo), a banda curitibana Relespública, de grande expressividade no rock independente tocou em vários festivais como o Rock in Rio. O primeiro álbum veio em 1993 com o EP “Mod” daí em diante foram mais 5 álbuns lançados e 2 DVD’s.
A “Reles”, como é chamada pelos fãs, sempre buscou uma identidade sonora muito própria e carrega nas letras a atitude, o inconformismo, a inquietude, suas vivências nas ruas de cidades grandes e poluídas enredando estórias criadas na mente do compositor Fabio Elias, que não perde a esperança em um mundo diferente desse em que vivemos.
Recentemente a banda lançou o DVD “Antes do Fim do Mundo”, e agora em março anunciaram que já estão gravando um álbum só de inéditas. Dia 7 de julho de 2013 a banda se apresentou em Londres, no tradicional Windmill Brixton. E estará no Demo Sul neste sábado trazendo o melhor som Rock and Roll para Londrina.

Os curitibanos do Relespublica, trarão um rock mais dançante à noite. Ft divulgação

Porcas Borboletas

Os mineiros Banzo (voz e violão), Chelo (baixo), Danislau (voz), Moita (guitarra e voz), Ricardim (barulhos) e Vi (bateria), integrantes do Porcas Borboletas trarão a Londrina uma música que, através do rock, explora sentimentos que se fundem numa confusão de risos e lágrimas. Esses sentimentos, como a própria banda diz, são a essência da vida e o que os inspiram a produzir.
As músicas são muito baseadas nas experiências de vida de cada um, o que cada um pode trazer de influência musical, mas a essência é o rock. A Porcas Borboletas está construindo uma carreira sólida, já lançaram três álbuns, o mais recente neste ano tem o título homônimo e conta com 12 faixais. Uma delas é “Only Life” um poema musicado, o Caprichos e Relaxos de Paulo Leminsk.

Capa do novo CD da Porcas Borboletas. Ft divulgação

Etnyah

A banda londrinense Etnyah, foi formada em 1995, de lá para cá foram vários shows na região e participação em vários festivais. Um deles foi o próprio Demos Sul, nas edições de 2001 e 2002. O som autoral, que mistura influências do manguebit como Chico Science e Nação Zumbi e também de outros grupos como Cordel do Fogo Encantado até o rock do Legião Urbana, é o grande trunfo da banda.
Existem dois integrantes que ainda são da formação inicial, Clodoaldo Sanches no vocal e Jean Pera na bateria, que são amigos de infância e estão juntos até hoje na cena alternativa da cidade. Segundo Clodoaldo “A música autoral é mais difícil de se fazer, se comparada a covers, mas apesar disso estamos fazendo o que primeiramente nos agrade, e aí depois é que vem a identificação com o público” afirmou o músico.

Para saber sobre a El Efecto, o blog tem um post só sobre ela, veja aqui "Banda El Efecto lançará disco "Pedras e Sonhos" no palco do Demo Sul"

Relespública, Porcas Borboletas, Etnyah e El Efecto se apresentarão hoje no último dia de festival no Hush Pub a partir das 23h.


Banda El Efecto lançará disco "Pedras e Sonhos" no palco do Demo Sul

Nesse sábado, 19, a banda El Efecto sobe ao palco do Demo Sul 2013 com toda sua ginga e poesia. A banda que é do Rio de Janeiro é composta por Tomás Rosati (voz, percussão e clarinete), Bruno Danton (voz, guitarra e trompete), Pablo Barroso (voz e guitarra), Eduardo Baker (baixo) e Gustavo Loureiro (bateria).
O primeiro álbum da banda é de 2004, apenas dois anos após sua criação. O segundo "Cidade das Almas Adormecidas" surgiu em 2008. Em 2010 lançaram o terceiro "Novas Músicas Velhas Angústias". E agora lançando o quarto EP, "Pedras e Sonhos", a banda se apresenta no Demo Sul.
O Festival esse ano está acontecendo no Hush Pub, na avenida J.K., e tem início ás 22:00hs. Vale a pena conferir!

18/10/13

Segunda noite de festival trouxe o som do Bidê ou Balde


A sexta também contou com a inovação da banda Skinners e a originalidade da Humanish.
Humanish agitou a platéia com muito rock. Ft Aline Schwanz
O rock em suas mais variadas formas tomou conta do Hush Pub na noite desta sexta-feira. A banda Skinners que no ano passado participou da Rodada de Negócios em que apresentaram suas músicas a empresários presentes no evento. E este ano já entraram para a programação oficial, iniciando as apresentações da noite, e logo após a banda Humannish. A noite teve como atração principal, a banda gaúcha Bidê ou Balde, que pela 2ª vez vem ao palco do Demo Sul contagiar a plateia com suas músicas cheias de ironia e irreverência.
Skinners, os londrinenses abriram a noite. Ft Aline Schwanz
Segundo o vocalista da banda, Carlinhos Carneiro, eles possuem muitos fãs aqui no estado do Paraná e é sempre um prazer vir fazer shows e tocar em festivais “No Demo Sul é a 2ª vez que tocamos, e ficávamos “namorando” quando voltaríamos de novo e acho muito legal virmos nesta edição diferente, um pouco menor, o contato com o público fica ainda melhor”, enfatizou o músico.


Bidê ou Balde a principal atração da noite. Ft Aline Schwanz

Qualidade e quantidade

No terceiro dia de Festival Demo Sul, a qualidade em músicas e quantidade de pessoas presentes, ultrapassou as expectativas das bandas


No dia 13 de outubro, o Festival Demo Sul, apresentou três bandas que atraiu um grande público interessado em qualidade de música, e isso não faltou.
Com grande estilo a banda No Flags realizou a abertura dos shows no sábado, e pela primeira vez se apresentou no Festival Demo Sul. A banda acredita não ter um gênero específico, já que absorvem um pouco de tudo, no entanto, a banda tem uma identidade própria. O Festival foi referência para a banda, além de ser um dos gatilhos para a iniciação de alguns integrantes na música. Um dos projetos para o mês de novembro é o lançamento de um novo disco.
A segunda banda que se apresentou no palco, foi Homens e Máquinas, com um estilo de hard rock. Segundo Homens e Máquinas, o festival oferece oportunidade para a divulgação, colabora no crescimento e projeta o trabalho da banda tanto regionalmente, quanto nacionalmente.
Foi considerado o melhor show da carreira da banda. Estão com um projeto de pré produção de um álbum, então fiquem de olho e aguardem, vale a pena.
A banda Inocentes encerrou em grande estilo o terceiro dia de Festival. A expectativa foi além do esperado, em relação ao número de pessoas presentes e também em qualidade.
Segundo Inocentes a importância do Festival para as bandas independentes, é a oportunidade oferecida, em trazer bandas, que por intermédio do Demo Sul possibilita ao público londrinense e da região, conferir de perto as bandas.
Há um projeto a caminho, então fiquem ligados, o novo disco será lançado em novembro.





16/10/13

INGRESSOS PARA ULTIMO FINAL DE SEMANA DE FESTIVAL ESTÃO SE ESGOTANDO


Os roqueiros de Londrina que se preparem para mais um final de semana agitado no palco do Festival Demo Sul, e é claro, a felicidade é imensa. Fãs e apaixonados pela música independente já estão correndo na busca de garantir um lugar para conferir de pertinho as bandas Bidê ou Balde (RS) e Relespública (PR). As apresentações acontecem nos dias 18 (sexta-feria) e 19 (sábado), a partir das 22h no Hush Pub.


E nessa reta final, faltando menos de 3 dias , os ingressos estão se esgotando. Quem quiser garantir pode comprar na Sonkey por R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada). Estes valores de meia entrada é valida para estudantes, doadores de sangue, professores e pessoas acima de 60 anos, mediante de apresentação  de documentos de comprovação.

12/10/13

X Simpósio de Música Independente

Simpósio traz a Londrina Fernando Rosa e Paulo André, para abordar o tema música independente

No dia 10 de outubro, ás 14h, no Departamento de Música e Teatro do CECA, na Uel, aconteceu o X Simpósio de Música Independente, com a participação de Paulo André de Recife (PE) e Fernando Rosa (RS).
Fernando Rosa, conhecido como Senhor F, é referência no rock alternativo e jornalismo musical, visitou a cidade de Londrina pela primeira vez, por intermédio do Festival Demo Sul, mas já acompanhava algumas músicas da cidade. Acredita-se que atualmente há mais bandas de rocks do que há 30 anos atrás, graças a mudança de padrão e ao baixos custos de divulgação.
Atualmente à uma ampla produção cultural, que está se tornando cada vez mais dispersa. Fernando Rosa busca através de ser portal, ‘Senhor F’, divulgar, promover e integrar a produção musical independente brasileira e iberoamericana, além de produzir um olhar objetivo e único dessa geração. Desde o inicio o portal, trata-se de temas relacionados ao resgate da história do rock brasileiro, o estímulo à produção independente e a busca da integração da música latino americana.
Segundo Senhor F, é preciso trabalhar com artistas nacionais, porque a renovação está lenta, frágil e a qualidade está cada vez mais inferior às gerações anteriores.  “As pessoas estão se dando conta que precisam voltar a ouvir música, a produzir músicas e compreender essa época”, afirma Fernando Rosa
Afirma Fernando Rosa, que para criar um festival é necessário que tenha relações francas, viabilizando uma relação de intercâmbio cultural, sendo um dos motivos para que os festivais sobrevivam a essas décadas.
Outra participação no X Simpósio de Música Independente foi o curador e um dos produtores do Abril Pro Rock do Recife (PE), Paulo André. Presenciou o surgimento do rock funk pesado, como a banda Red Hot Chilli Peppers e Trash Metal, além de acompanhar a movimentação musical de várias bandas de rock famosas nos Estados Unidos.
Paulo André afirma que ainda somos um país de música Mpb, Bossa Nova e Samba, sendo um dos maiores mercados músicas atualmente no Brasil, assim tornando o espaço no mercado musical pequeno para o rock no país. No entanto, o restante do mundo produz rock, tornando grande a competitividade entre bandas no exterior. Segundo Paulo André, o caminho internacional é um caminho amplo, mas o desafio é entrar no mercado.




11/10/13

Porcas Borboletas: o inusitado, com uma pitadinha de humor irreverente

Com 14 anos de história, a banda Porcas Borboletas toca dia 19 (sábado) no festival Demo Sul, o maior festival de música independente do sul do Brasil.

Contando já com três álbuns gravados em estúdio, o primeiro em 2009 e o último em 2013, Porcas Borboletas parece ter uma criatividade sem limites.



Com um estilo irreverente, Porcas Borboletas é aquela banda que te surpreende a cada nova faixa. E até mesmo antes de terminar a própria faixa. Você espera ouvir uma coisa, e eles te dão outra. Com uma pegada completamente experimental, a banda traz um estilo que, apesar de imprevisível, é muito próprio da banda, extremamente marcante. Como definir Porcas Borboletas? Quem saberá? Aliás, pra quê definir? Parece que tudo o que a banda procura é fugir das convenções... Melhor mesmo é você ouvir o som dos caras, e tirar suas próprias conclusões.

Do álbum de 2013, Porcas Borboletas, ouvimos Giro.


Com Danislau na voz e guitarra, Banzo na voz e violão, Moita na guitarra e voz, Chelo no baixo, Vi na bateria e Ricardim no que eles chamam de “barulhos”, a banda já tocou em mais de 70 cidades, passando por 21 estados brasileiros. Além disso, Porcas Borboletas já tocaram em Buenos Aires, Paris e Londres, subindo ao palco ao lado de grandes nomes de nossa música, como Maria Bethânia, Gilberto Gil, Mutantes e Arnaldo Antunes, de quem a banda já gravou diversas letras.
Itamar Assumpção, Clara Averbuck, Arrigo Barnabé e Murilo Salles são algumas das parcerias envolvidas nas produções da banda.
Vale a pena conferir o som. Porcas Borboletas, no Demo Sul.

Com vocês, a música Super Herói Playboy, do álbum A Passeio, lançado em 2009.

10/10/13

Feira Demo Sul regada a música boa

 O Festival Demo Sul 2013 está apenas começando e nesta sexta (11) é o dia de integrar músicos, produtores, lojistas e o público por meio da Feira Demo Sul

Indayana. Foto: divulgação
Gerson King Combo. Foto: divulgação














A Feira Demo Sul tem como objetivo, agregar e fortalecer os atores da cadeia produtiva da música em âmbito local e nacional. Por meio de estandes montados, os artistas poderão comercializar discos, roupas, acessórios, livros, além de dois shows que farão a festa de encerramento da atividade. O evento, que vem acontecendo desde 2009 será, este ano, na Concha Acústica. Com curadoria e idealização dos produtores Marcelo Domingues e Luiz Matias, a feira terá a banda Sarará Criolo entrando no palco às 18 horas.

Sarará Criolo. Foto: divulgação
Haverá também o encontro de uma banda local com um artista de renome nacional, convidados para uma Jam Session. Nesta edição a cantora londrinense Indayana e sua banda, irão dividir o palco da Concha Acústica com Gerson King Combo, considerado o “James Brown brasileiro”. Uma mistura que se transformará em uma espécie de Black Soul Music. A Feira Demo Sul acontecerá a partir das 16h na Concha Acústica, Praça 1º de Maio no Centro a entrada é gratuita.


09/10/13

X Simpósio de Música Independente

O evento que faz parte da programação do Demo Sul 2013, traz duas figuras importantes dentro da música independente, Paulo André (Abril Pro Rock) e Fernando Rosa (Senhor F)

Nesta quinta-feira (10) acontecerá no Departamento de Música e Teatro do CECA, na UEL, às 14h, o X Simpósio de Música Independente. A atividade, que faz parte da programação do Festival Demo Sul 2013, contará com a participação de Paulo André, curador e um dos produtores do Abril Pro Rock do Recife (PE) e Fernando Rosa (Senhor F), do Rio Grande do Sul, referência no rock alternativo e jornalismo musical.

Fernando Rosa,
produtor do Festival El Mapa de Todos. Ft: divulgação 

A atividade é de grande importância dentro do festival, afirma o produtor Luiz Carlos Matias, que enfatiza já terem passado pelo simpósio, por exemplo, o diretor de marketing da Petrobras e a assessoria jurídica do Rock in Rio. Este ano a escolha de Paulo André e Fernando Rosa deu-se mediante a representação que os mesmos têm no cenário musical independente e o fato de serem de duas regiões extremas do país, e que possuem representatividade no cenário da música alternativa nacional.

Segundo Luiz Carlos, o simpósio não é apenas para o cenário da música independente regional, mas também para artistas em geral como atores, fotógrafos e escritores, além de jornalistas e agentes de cultura que serão incentivados a refletir e a produzir. “O simpósio tem o principal objetivo, de mapear as carências que o mercado sofre, elaborando estratégias coletivas para o seu fortalecimento” sublinhou o produtor.

Nordeste, Sul e o rock alternativo para o mundo

Os produtores Paulo André (PE) e Fernando Rosa (RS), participantes do X Simpósio de Música Independente, permitirão uma noção do cenário cultural em que a música independente se encontra

Paulo André foi um dos responsáveis pela recolocação do estado de Pernambuco no cenário musical brasileiro, inserindo bandas do movimento Mangue Beat (Chico Science e Nação Zumbi, Mundo Livre S/A, Otto, etc.) no panorama da música mundial. O jornalista e músico Fernando Rosa é editor do portal Senhor F e uma de suas principais contribuições para a música da América do Sul é a realização do festival El Mapa de Todos, que reúne músicos independentes do Brasil e América Latina.

Paulo André, curador do Abril Pro Rock (PE). Ft: divulgação
“São duas representatividades que mostram a variedade, qualidade e potência que o Brasil possui musicalmente, sendo um do nordeste (Pernambuco) e outro do sul (Rio Grande do Sul), que configura uma mostra de como a música no Brasil pode ser mais diversa e representativa”, enfatizou Luiz Carlos, que acredita na experiência dos dois participantes como modelo para as demais regiões do país.


O simpósio ocorrerá nesta quinta-feira (10) no Departamento de Música e Teatro do CECA – UEL, a partir das 14h e a entrada é franca.

Sites
Festival Abril Pro Rock
Senhor F
Festival El Mapa de Todos

Inocentes: um pedaço da história do punk brasileiro em Londrina

A banda Inocentes surge em 81 em São Paulo, quando o punk paulistano ainda estava ganhando forma, sendo uma das primeiras bandas da cidade no estilo. Alguns de seus integrantes já viviam o estilo punk tocando nas bandas Restos de Nada e Condutores de Cadáver.
Em pouco tempo, os Inocentes começam a fazer sucesso. Cada vez mais, o punk se fortalece na cidade e se difunde pelas redondezas: sul, sudeste e centro-oeste começam a aderir às músicas de protesto feitas em dois acordes.


Lá estão os Inocentes, entre diversos documentários, curtas, médias e longas, representando parte do cenário punk da época. E assim os Inocentes entram pra história do punk brasileiro... Com sua importância devidamente reconhecida.
O sucesso é tanto, que Inocentes se torna a primeira banda punk a conseguir um contrato com uma multinacional: a Warner. Desnecessário é dizer que a partir de então a banda sofre os maiores preconceitos de seu público: punk de verdade não grava com multinacional, tem que ser independente... Mas os Inocentes deixam claro: o que mais importa é fazer um som de qualidade, música punk acima de qualquer coisa.
Do período, o sucesso Rotina, do álbum Pânico em SP.




Após o contrato com a Warner, os Inocentes aparecem em dezenas de programas de TV. A própria banda reconhece que vários deles não tem nada a ver com seu estilo punk de ser... Mas fazer contrato com uma multinacional também tem seu lado ruim! Apesar dos pesares, os Inocentes ganham cada vez mais reconhecimento. Fazem várias turnês no Brasil inteiro. Todo punk de verdade sabe quem são os Inocentes!

Anos 2013. Inocentes continua na ativa. Há 18 anos com a mesma formação, a banda continua fazendo shows pelo Brasil afora. Anselmo Monstro no baixo, Clemente Nascimento na voz e guitarra, Nonô na bateria e Ronaldo Passos na guitarra. É esse colosso da história do punk brasileiro que vamos ouvir neste sábado, no bar Hush Pub, às 23 horas, dentro da programação do maior festival de música independente do sul do Brasil: o Demo Sul. Imperdível pra quem curte punk, imperdível pra quem curte um bom Rock.
Os ingressos podem ser adquiridos na loja Sonkey, na rua Souza Naves nº9.
Com vocês, mais um som dos Inocentes, Cala a Boca, sucesso do álbum Embalados a Vácuo, já do período em que a banda volta a gravar com selo independente.





08/10/13

Um show “100% Pé Vermelho

Foto- Divulgação

A cantora Indayana e sua banda se apresentará com o ícone da Soul Music no Brasil, Gerson King Kombo


Pela primeira vez a cantora Indayana, se apresentará no Festival Demo Sul, com músicas de seu primeiro trabalho autoral, que foi lançado recentemente em Londrina.
A banda da cantora irá acompanhar o lendário Gerson King Kombo, ícone e referência da Soul Music no Brasil. Segundo Indayana, será uma honra dividir o palco com o lendário. “Quem conhece o Gerson sabe da importância do seu trabalho desenvolvido durante muito tempo, que continua influenciando muitos artistas da Black Music no Brasil. Para mim é um presente, pois ele e sua produção ouviram o meu trabalho, e me convidaram para acompanhá-lo nesse show”, afirma a Cantora Indayana.
Em seu show a cantora apresentará toda a sua experiência adquirida durante os 18 anos em que canta, e trará ao público a Black e Soul Music, com influências de músicas brasileiras. O público presente poderá conferir músicas que está presente em seu primeiro disco, além de músicas de compositores paranaenses, como as canções “Londrina”de Arrigo Barnabé, “Insatisfeito” de Marquinho Diet, entre outras canções.
Cativando novos expectadores, as músicas inéditas que estão no seu primeiro cd, têm uma diversidade rítmica, canções como “Perguntar Não Ofende” tem uma batida marcante do soul com instrumentos tipicamente brasileiros como a cuíca, “Urgentemente”, um Funk com naipe de metais arranjados pelo maestro Gilberto de Queiroz. Sendo uma pequena parte do que Indayana irá apresentar em seu show, que acontecerá no dia 11 de outubro, ás 16h, na Concha Acústica.

07/10/13

Banda com um tempero psicodélico

Humanish se apresentará no Festival Demo Sul, lançando seu segundo 
trabalho, `Valeriana`

Foto: divulgação

Pela segunda vez, a banda Humanish Rock se apresenta em Londrina. A última exibição aconteceu em 2011 no bar Valentino, para a divulgação do disco.

O projeto da banda começou no início do ano de 2009, com o objetivo de criar um som que preservasse a energia noise das guitarras, sem abrir mão da delicadeza de combinações sonoras mais sutis. Foi em 2011 que a banda lançou seu primeiro trabalho, homônimo, em Curitiba, sendo um pop rock pesado com tempero psicodélico.

A banda é composta por quatro integrantes, sendo eles, Allan Yokohama (guitarra e vocal) Marano (guitarra e vocal) Fabiano Ferronato (bateria) e Igor Ribeiro (sintetizadores e sax). O quarto elemento foi definido após um “ensaio”, que optaram que no lugar do contrabaixo, colocariam o sintetizador para diferenciar daquele ambiente em que é criado pelo clássico trio, guitarra-baixo- bateria.

Os integrantes tiveram passagens por bandas importantes, como Charme Chulo, Poléxia, ESS e Terminal Guadalupe, e ainda obtiveram a chance de gravar com produtores de renome, como Roy Cicala, Apolo 9 e Tomás Magno. A banda foi destaque na revista Rolling Stone, com o EP “Eu Acredito em Você” lançado em 2011 e no mesmo ano entrou na lista das apostas, no site Rock in Press, especializado em música, além de ser indicada como uma das revelações de 2011 pelo jornal “O Globo.

Neste ano, a banda começou com o pé direito, lançando a reedição do álbum de estreia, sendo três músicas inéditas e vídeos oficiais da música “Algum Dia na Memória” e “Um Brinde”. E o festival Demo Sul em Londrina terá o privilégio de conferir o segundo trabalho, `Valeriana`, que faz parte de uma trilogia da banda. O show que acontecerá no Hush Pub, no dia 18 de outubro, a partir das 23h.


Considerado o James Brown brasileiro, Gerson King Combo promete para o ano de 2014.



Nascido no Rio de Janeiro, na cidade de Madureira Gerson Cortes, iniciou sua carreira fazendo dublagem no programa "Hoje é dia de Rock" de Jair de Taumaturgo.



Fotografo - David Obadia
Gerson foi influenciado musicalmente pela soul music americana. Em 1970 lançou o LP Brazilian Soul. Teve participação nas bandas de Wilson Simonal e Erlon Chaves e foi um dos fundadores da banda Black Rio.

Em homenagem à banda King Curtis Combo que experimentou no auge de sua popularidade, Gerson rebatizou seu nome para GERSON KING COMBO. Os dois volumes da serie LPs lançados no final dos anos 70, espalharam sucesso, resistindo ao tempo e são atuais até hoje.


Em meado dos anos 2000 Gerson voltou a ser reconhecido como um dos principais nomes da música negra brasileira. Com suas falas improvisadas na base funk, é considerado o grande percursor do rap nacional e reverenciado por grandes nomes da cena hip hop, inclusive Africa Baambata, o criador do gênero, fã declarado de King Combo.Seu novo trabalho "Gerson King Combo 70 anos", irá eternizar sua trajetória como maior representante da música negra brasileira e sera o primeiro na carreira do cultuado soul man carioca. O dvd será gravado em uma casa de shows no Rio, no final do mês de novembro de 2013, quando Gerson estará completando 70 anos de idade e 50 anos na carreira artística.


Fruto de um vasto material produzido em cinco décadas de dedicação soul brasileiro, Gerson irá passar por todas as fases de sua carreira, começando com os clássicos como Mandamentos Black”, “Funk Brother Soul” e “Good Bye”, gravadas nos anos 70, e passando por canções mais recentes, como “Soul da Paz” e “Deixe Sair o Suor”, gravadas em seu último CD em 2009, à composições inéditas, que serão apresentadas no show.

A banda Supergroove, revelação do cenário black acompanha Gerson King Combo, há mais de cinco anos por todo país é suporte para o show, e conta com participações de grandes nomes da música negra brasileira, com presenças confirmada dos dançarinos da velha guarda soul carioca e grandes MCs do rap nacional.

O lançamento do Dvd está previsto para o primeiro semestre de 2014 na intenção de coincidir com o lançamento do documentário "Viva a Black Music" sobre sua trajetória, que contara com a participação de grandes nomes do cenário artístico brasileiro.

Segundo informações da página de Gerson "O custo total do projeto é de 70 mil reais, porem estamos pedindo somente 45 mil reais. O restante vai ser custeado por investidores e pela produtora/selo CopaSoul Discos".

Para apoiar o projeto, acesse:http://catarse.me/pt/gersonkingcombo

O Dinheiro Será Gasto em:
o Locação de equipamentos e contratação de equipes de gravação de áudio e vídeo.
o Mixagem e masterização do áudio.
o Edição, finalização e autoração do vídeo.
o Locação da casa de shows.


Gerson participara da Feira Demo Sul na cidade de Londrina, no dia 11 de outubro na Concha Acústica (a partir das 16h00) acompanhado de Indayana e sua banda, fazendo o black soul.






Fonte e mais informações : http://catarse.me/pt/gersonkingcombo

04/10/13

De Lampião a Eike Batista - a saga dos cariocas da El Efecto

Na estrada desde 2002, a banda vem à Londrina pela segunda vez e lançará o disco “Pedras e Sonhos”



Quem acompanha o Demo Sul desde o começo, ou há algumas edições sabe que o festival procura sempre inovar e dar espaço a bandas de qualidade. Em 2013 não será diferente.

Uma das atrações do Demo Sul deste ano é a banda carioca El Efecto que vem pela segunda vez se apresentar em Londrina. Em 2012, eles tocaram no campus da UEL, devido a Jornada de Agroecologia do MST. Segundo os próprios, a banda surgiu em 2002, a partir da vontade de conjugar instigação política e inquietação estética. "O objetivo foi criar uma banda com pretensões libertárias, tanto na forma, quanto no conteúdo", completam.

Com Bruno Danton na guitarra, no cavaquinho, no trompete e na voz, Tomás Rosati na voz, na percussão e no clarinete, Eduardo Baker no baixo, Pablo Barroso na guitarra e na voz e Gustavo Loureiro na bateria, os cariocas trazem a Londrina um som um tanto quanto diferenciado. O mix de instrumentos carrega, ao mesmo tempo, identidade e pluralidade. "Identidade" no sentido de que confia à banda uma peculiaridade e uma característica pessoal, diferenciando-na das demais e "pluralidade", levando em consideração o fato de usar-se dos ícones da cultura brasileira em geral, não há regionalização ou segregação.

Em um âmbito musical no qual a música tornou-se objeto comercial, os acordes "el-efectianos", se assim pode-se dizer, trazem aos ouvidos a construção de uma história com começo, meio e fim. Faz sentido ouvir, agrada os ouvidos e tem consistência, tem por quê.

Ao escutar "O Encontro de Lampião e Eike Batista" é possível identificar facilmente o diferencial que a El Efecto traz consigo. Segundo a banda, as influências são diversas: "Desde o início, a ideia é buscar uma ampliação constante das influências musicais, através de pesquisas de linguagens e mergulhos em tradições distintas. Em relação às letras, buscamos influência nas iniciativas de mistura entre o poético e o político, inspiradas pela música, pela literatura e pelos acontecimentos cotidianos. Alguns artistas que nos inspiram são Karnak, Racionais Mcs, Rage Against the Machine, Faith no More, Moacir Santos, Luiz Gonzaga, Eduardo Galeano".

Sobre festivais e projetos como o Demo Sul, a banda completa: "São iniciativas importantíssimas, pois permitem a bandas independentes como a nossa, a possibilidade de circulação, ampliação de público e intercâmbio, e contribuem para o fortalecimento da cena local. No caso do Demosul, que já leva mais de 10 anos, a iniciativa passa a ser uma referência. Nossa expectativa é grande".

Prezando sempre pela qualidade, diversidade, mas, acima de tudo, boa música, o Demo Sul traz para o público bandas que não meramente tocam, ou cantam, mas bandas que vivem e que fazem música. Diferente de tudo que os ouvidos se acostumaram a ouvir, a El Efecto se apresenta no sábado, dia 19/10 a partir das 22h, no Hush Pub.

Por fim, deixo a palavra aos protagonistas:

"Aos que não conhecem a banda, deixamos nossa página: www.elefecto.com.br. Lá estão disponíveis todos os nossos discos, incluindo o "Pedras e Sonhos", que estaremos lançando no festival. Deixamos também os links de dois vídeos:

Obrigado e HáBraços".

26/09/13

A banda mineira Porcas Borboletas, constata: “Todo mundo está pensando em sexo”.

A banda mineira Porcas Borboletas, uma das atrações do Festival Demo Sul, lançou ontem (25/10) o clipe da música “Todo mundo está pensando em sexo”. A música  é a segunda do terceiro álbum do sexteto, lançado a pouco tempo e disponível para download no site da banda.


O Porcas Borboletas, toca no Demo Sul, dia 19 de outubro. No mesmo dia também se apresentam no festival as bandas Relespública, El Efecto e Etnyah.




13/09/13


RAPAZIADA, AGORA É SÉRIO !

Um presente da FEIRA DEMO SUL para a cidade de Londrina.

O nosso James Brown brasileiro, GERSON KING COMBO, estará na Concha Acústica. E estará muito bem acompanhado, com Indayana e sua banda fazendo a cozinha black soul para a rapeize dançar.  E tem mais!


A abertura da feira, ficará por conta da Sarará Criolo, mostrando que Londrina também sabe ser "funk brother soul".


Além dos shows, a feira contará com estandes e exposições de produtores locais. Com o objetivo de agregar e fortalecer os setores da cadeia produtiva da música,a Feria Demo Sul dinamiza negócios na área da economia criativa da cultura, propondo uma gestão pautada em (APL - Arranjos Produtivos Locais) e em estratégias de escoamento da produção local e nacional.

Dia 11 de outubro, a partir das 16h00 na Concha Acústica de Londrina.

Indayana 

                            Sarará Criolo


24/04/13

COPA DEMO SUL


BANDAS E MÚSICOS VÃO DISPUTAR
CAMPEONATO DE FUTEBOL VIRTUAL

O Festival Demo Sul, maior evento de música independente do sul do país, realizado em Londrina, está com as inscrições abertas para a 1ª Copa Demo Sul de Futebol Virtual, destinada a músicos e bandas de Londrina e região. As disputas serão realizadas aos sábados, durante todo mês de junho, no auditório da Sonkey (R. Senador Souza Naves, 09 centro), que conta com telão e home theater.

A Copa terá a participação de 40 inscritos (bandas e músicos) e seguirá o mesmo regulamento da Copa do Mundo. Na 1ª etapa serão disputadas a fase de grupos e consequentemente a fase do "mata-mata" (oitavas, quartas, semi-final e final). A competição será realizada em junho, justamente quando começa a Copa das Confederações, o grande teste do Brasil para a Copa do Mundo, em 2014.

"O Demo Sul é um festival que dialoga com a música, a comunicação digital e suas interfaces, e dentro deste conceito está a produção de um jogo virtual envolvendo profissionais voltados para tecnologia de comunicação e informação, seja ela concretizada através da música, áudio visual, designer gráfico, enfim todo aparato que constitui a produção de estrutura, conceito e de linguangem do festival" explica Marcelo Domingues, diretor do festival.

Os três primeiros colocados receberão prêmios. " O futebol é uma paixão nacional e vamos utilizar essa cultura para promover o cenário musical da cidade represento o Festival ", finaliza Luiz Matias.

O futebol virtual tem conquistado a paixão  de muita gente no Brasil, inclusive as grandes feras dos games. O país já conta inclusive com campeonatos estaduais e federações. O sonho dos competidores é chegar ao FIFA Interactive World Cup, o maior evento de futebol virtual do mundo.

Preencha o formulário de inscrição (aqui).
Sonkey: R. Senador Souza Naves, 09 - Centro.
Data: 01 a 31 de maio.
Valor: R$ 20,00

Valor promocional: R$ 15,00 para inscrições até o dia 11 de maio.


* REGULAMENTO E PREMIAÇÃO (aqui)

07/12/12

Feira Demo Sul é Hoje!!!

A feira é hoje galera!
Um evento que sempre abriu o Festival este ano chega para encerrar o festival, e encerrar com chave de ouro! A partir das 14 horas teremos o IX Simpósio de Música Independente, no auditório da Sonkey, com Paulo César e sua bombástica biografia não autorizada do nosso querido Rei Roberto Carlos. Teremos também a presença de Deborah Sztajnberg, mestra em direito empresarial e pós-graduada em gerência da indústria, advogada de diversos artista e produtores, que estará contando sobre Os maiores casos de censuras biográficas nacionais e internacionais, não tem como perder né? Temos ainda Alessandro Carvalho comentando sobre os Festivais Brasileiros Associados (FBA), e Leo Bigode, sócio fundador da Monstro Discos que vem, desde 1998 lançando diversas bandas independentes no cenário musical brasileiro, Leo vem falar um pouco mais sobre Selos independentes e rodada de negócios, mais uma súper atração imperdível não é mesmo?!
Durante toda a tarde e também durante os show estará acontecendo na Concha Acústica a Rodada de Negócios, com diversos produtos e produtores a disposição do público em geral e também dos músicos que buscam informação e apoio. Com uma grande variedade de opções e novidades.
E então, às 18 horas sobe ao palco da Concha Acústica o Londrina Ska Clube, uma banda que promete muitos standards de Ska/Rocksteady/Two Tone e também muita algazarra com direito a muita chuva de cerveja! Logo após, às 19 horas sobem as palco os Búfalos D'Água em seu inédito encontro musical com Thunderbird, e esse encontro promete muita música boa e muita descontração para quem estiver presente, e então, vai perder essa?
Lembrando também que hoje, A Sonkey e o Demo Sul estarão sorteando uma Guitarra e para participar? É simples!! Doe 1Kg de alimento na Sonkey (R. Souza Navas, 09) e preencha seu cupom e pronto, essa linda guitarra já pode ser sua! O sorteio será na Concha Acústica após o último show!
Estamos esperando todos vocês lá para, junto conosco, encerrar o Demo Sul 2012 com Chave de ouro!

06/12/12

Produtores lançam “Festivais Brasileiros Associados” (FBA) e divulgam calendário para 2013

Grupo reúne 17 importantes eventos de música independente, de todo o Brasil, durante o ano inteiro; lançamento aconteceu em Goiânia no último sábado (10)

O Brasil tem uma nova associação de festivais de música independente. Lançada oficialmente em Goiânia no último dia 10 de novembro e chamada “Festivais Brasileiros Associados” (FBA), a entidade reúne 17 eventos de todas as regiões do país. Entre eles estão alguns dos mais tradicionais e precursores desse movimento musical no Brasil, como o Abril Pro Rock (PE), o Goiânia Noise (GO) e o Porão do Rock (DF).

A FBA foi apresentada em coletiva de imprensa durante o Goiânia Noise 2012, divulgando seu calendário oficial para o ano de 2013 (veja abaixo). Logo depois, os produtores dos festivais se reuniram para traçar os principais objetivos da associação no próximo período. Entre as prioridades estão uma série de encontros com parceiros, poder público e iniciativa privada, para valorizar os eventos, criando um circuito sólido e sustentável. Haverá uma assembléia geral dos festivais no próximo mês de abril, durante o Abril Pro Rock, em Recife.

“Temos uma diversidade que vai desde festivais amplos como o Rec Beat (em Recife) e Demo Sul (Londrina/PR) a segmentados como o Psycho Carnival (Curitiba) ou o Campeonato Mineiro de Surfe (Belo Horizonte).” afirma Vinícius Lemos, vice-presidente da FBA e produtor do festival Casarão, em Rondônia. “A maioria dos festivais tem perto de 10 anos de atividades sendo que alguns já chegam quase aos 20. Buscaremos representar esse grupo e achar soluções comuns para o crescimento de todos”, completa.

A FBA é constituída por 4 festivais na região norte, 5 no sudeste, 3 no nordeste, 3 no sul e 2 no centro-oeste brasileiro.

A diretoria é composta por:


Paulo André - Abril Pro Rock (presidente);
Vinícius Lemos - Casarão (vice-presidente);
Alessandro Carvalho - Udirock (tesoureiro);
Léo Bigode - Goiania Noise (secretário geral)


Veja abaixo a lista completa de festivais e o calendário para o ano de 2013:


Fevereiro: Rec Beat (PE)  e Psycho Carnival (PR)

Abril: Abril Pro Rock (PE) e Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe (MG)

Maio/Junho: Tendencies Rock Festival (TO)

Agosto: Porão do Rock (DF) e Goiânia Noise (GO)

Setembro: Festival Casarão (RO)  e TOME / Tocantins Música Expressa (TO)

Outubro: Demo Sul (PR) e Mada (RN)

Novembro: El Mapa de Todos (RS), Udirock (MG) e PMW Rock Festival (TO)

Dezembro: Araribóia Rock (RJ)

*Datas a confirmar em 2013: 
53HC Music Fest (MG) e Flaming Nights (MG)


SOBRE A FBA

A necessidade de valorização dos festivais de música independente brasileiros, contribuindo para a sustentabilidade e crescimento do setor levou à articulação entre importantes eventos do país, de norte a sul, para a criação de uma nova associação. Dos dezessete festivais reunidos, treze já estiveram juntos na Abrafin (Associação Brasileira de Festivais Independentes), desligando-se da entidade no último mês de dezembro.

A FBA nasce tendo, como missão, o fortalecimento local e nacional dos festivais, qualificando o diálogo com parceiros, poder público  e  iniciativa  privada, consolidando uma rede sólida, viável e diversificada por todas regiões brasileiras. A associação aposta na perspectiva de desenvolvimento social e econômico pela via da cultura, com música e eventos de qualidade durante o ano todo.


Os festivais da FBA representam a tradição da cena independente brasileira, com sucesso de público e crítica ao longo dos anos. Alguns dos eventos participantes já alcançam quase duas décadas de atividades, como seara ou laboratório de novas tendências. A FBA desenha um extenso mapa musical do país, com eventos ricos em oportunidade e criatividade, acompanhando o crescimento do Brasil neste século XXI, sua afirmação cultural e suas novas possibilidade.



LINHA DO TEMPO

Dezembro 2011 – Treze festivais desligam-se da Abrafin (Associação Brasileira de Festivais Independentes) em São Paulo.


Fevereiro 2012 – Os treze festivais e outros quatro, de diferentes regiões do país, fundam a FBA (Festivais Brasileiros Associados), definindo também a primeira diretoria da entidade, com mandato até 2014.

Abril 2012 – Os integrantes da FBA se reúnem durante o Abril Prock, em Recife, para definir o estatuto da entidade e suas principais diretrizes.

Novembro 2012 – A FBA é lançada oficialmente durante o Goiânia Noise, realizando também sua reunião de planejamento e definindo o calendário para o ano de 2013.