18/10/2010

Minha segunda aula de guitarra



Compassos, acordes, escalas, distorção, progressões, harmônicos, ponto flutuante e alavanca, foram algumas das palavras mais mencionadas no Workshop de guitarra que rolou ainda a pouco no auditório da loja Sonkey. Ministrado pelo músico, professor e produtor, Marco Tureta, o workshop reuniu cerca de vinte pessoas e foi marcado pela troca de informações entre os guitarreiros de Londrina.

Tureta compartilhou o que sabia e deu uma aula sobre as noções básicas do instrumento, tudo cuidadosamente feito com a participação do seu “braço direito na guitarra” (como o próprio Tureta prefere dizer): Yudi Yamada

Eu que só tenho aptidão para tocar guitarra no videogame, confesso que num primeiro momento o workshop me fez lembrar das minhas frustrantes aulas de guitarra, lá nos meus agradáveis treze anos. Época em que eu achava que entender essa coisa de compasso, acorde e harmonia, era mais difícil do que desintegrar um átomo. Pois é.

Então devo dizer que não sei exatamente se para os que já conheciam as técnicas, aquilo foi só uma explanação sobre os conceitos já conhecidos. Mas posso dizer convictamente que, para mim, muita coisa do que rolou ali foi extremamente novo e interessante. Quase uma segunda aula.

A noite se resumiu em explicações sobre algumas das técnicas básicas da guitarra: bends, ligados, slides, oitavas. Poucas das quais eu já tinha ouvido falar naquela minha tentativa dos treze anos. Tureta explicou várias teorias no maior estilo “minha primeira aula de guitarra”: com direito a caneta, lousa e anotações detalhadas. Falou sobre blues, rock, jazz e demonstrou na prática o que tanta teoria significa.
Além disso, em alguns momentos da “aula”,  falou sobre a importância de os músicos ouvirem vários estilos, fundi-los e conseguir criar o próprio. “Independente do que vocês gostam de tocar, é sempre bom ouvir vários estilos para vocês, como guitarristas, pegarem várias influências e idéias de como usar as técnicas”, aconselhou.

Abaixo um áudiozinho para demonstrar o que rolou na “aula” de hoje. Nele, Tureta e Yudi demonstram todas as técnicas que foram "ensinadas" durante a noite.
Antes do clique, quero me desculpar antecipadamente pela qualidade do som. Explico: faltaram alguns equipamentos para fazer a cobertura completa na noite de hoje e, como minha única munição era o notebook, o jeito foi me virar como pude: captar o som através do gravador do not.


Aqui eles fazem um blues/rock com distorção, devidamente acompanhado pelos “tec-tec’s” de responsabilidade da nossa querida Rebeca, que digitava de forma impetuosa enquanto eu GRAVAVA. haha


Se o áudio já mostra a qualidade do som (salvo os momentos em que a dona Rebeca não parava de digitar do meu lado! haha), veja o vídeo que o Guilherme postou sobre a noite de hoje. Entre nós: percebam no vídeo o... como é mesmo o nome daquilo que os músicos vivem buscando? Feeling!

 OK. Como eu já admiti aqui que minha única aptidão para tocar instrumento é no videogame, não me levem tão a sério sobre a conceituação exata da palavra. Eu não sou música.
 Mas, devo dizer: para mim feeling é o que te faz manter os olhos incólumes a cada acorde e te faz implorar (a quem puder atender!) que a música continue sendo tocada pelo maior tempo que puder. E isso, amigos, rolou todas as vezes em que os caras sacavam suas guitarras para exemplificar uma nova técnica!

Só lembrando: aos que não compareceram hoje, não esqueçam que amanhã tem mais! As 18h30 acontecerá o Workshop de contra-baixo no mesmo local de hoje (auditório da Loja Sonkey). Quem irá ministrar a "aula" do dia será o mato-grossense Ebinho Cardoso. Aos interessados, ainda dá tempo de fazer a inscrição aqui. Compareçam!

2 comentários:

. disse...

galera gostaria de saber, se a entrada INTEIRA, vai estar vendendo na hora?
Pelo msmo valor? 30 reais (caro por sinal) hehehe... especificamente na sexta feira, no tom zé.
espero respostas.

Lais Taine disse...

Meo, tá doido? 30 pila pra ver 4 bandas tá barato demais! Se for dividir pra cada uma dá R$ 7,50 ahaha! Aonde que vc vai ver Tom Zé por esse valor hein?

Sobre a sua pergunta, creio eu que a INTEIRA será vendida por lá, isso se não esgotar antes, acho melhor vc garantir o seu! Mas vou confirmar se essa informação procede.