20/10/2010

Mitch & Mitch, Mombojó e a odisseia com uma rede sem fio

Minutos. Pra que a noite de quinta realmente comece. Poloneses e nordestinos tocarão num mesmo palco. Ambos depois de enfrentar horas de viagem, escalas, chás de cadeira, bancos de avião, malas. Uns ainda conseguem manter a paciência, o sorriso, a gentileza. Coisa fina. Já aprendi que se engana quem acha que calor e receptividade é coisa só de Brasileiro.

Horas. Pra que a noite de quinta fosse preparada. Passagens de som devidamente orientadas, executadas e "doissss", testando o "ésse" no microfone, e não é qualquer "dois", esse tem um sotaque que eu descobri que é polonês. Mais uma coisa que eu aprendi.

E a colaborativa, que colaborar já aprendeu faz tempo, acompanhando até as horas que antecederam a preparação que a gente viu- quando deu, vá lá. Cada pequeno detalhe aspirado, anotado, cochichado. E, se postava, era bondade da sorte. Porque, eu digo, nunca estivemos tão claramente à mercê dela, a sorte: A rede do Hotel só é lenta, isso pelo breve tempo em que se prestou a existir. É que, de repente, e o Gabriel Ruiz já nos contou, a rede caiu. É, caiu. E o que o moço da recepção justificou "O som derrubou a rede". Aham, aham, a gente também não entendeu.

Mas aqui é todo mundo de paz, e não brigar pela rede evita-nos a fadiga. E, dá-lhe tempo, a rede voltou. Ela sempre volta. Mas aí tinha texto pronto nos #babaloos da vida. Texto de classe. Já tinha foto pronta, só esperando pela rede. Já tinha mais colaborador na área, com computador, câmera, gravador. Sabe que eu nem sei se a rede aguentou. É, eu não sei porque sou esperta, corri pra casa pra me arrumar, porque numa noite chique, cheia de atrações imperdíveis num hotel do centro da cidade, ah, não serve qualquer modelito. O look colaboradora de jeans, foi substituido pelo colabora de saia. Não que seja, assim, muito diferente.

Quem for esperto o bastante e correr logo pro hotel Sumatra, vai poder notar a diferença e, é claro, o som profissa que vem por aí. Quem não for, bom, acompanha no Blog do Demo Sul, que eu aposto que, enquanto curte o som, a colaborativa dá uma pitada de cada pedaço da noite pra você. Isso, é claro, nos conformes da nossa sorte e do Wi-fi do Hotel, não é? Já diria o sábio twitter: #Oremos.

2 comentários: