13/09/2010

Impressões (atrasadas) de um sábado de prévias

Participar da equipe de cobertura colaborativa no sábado foi ótimo, infelizmente estive muito ocupada para comparecer nos outros dias das prévias – o que também explica o atraso em escrever sobre a experiência. Já é segunda, mas bateu uma vontade de escrever sobre as minhas impressões - e resolvi fazer isso, mesmo com esse pequeno atraso.

Não consegui acompanhar a Locodillos, grande favorita da noite e das Prévias – a banda ganhou o videoclipe que será produzido na oficina oferecida pela Kinoarte. Mas ouvi elogios de quem assistiu ao show, com destaque para o cover que fizeram de I am the Walrus, dos Beatles.

O pessoal do Flat Black Pack conseguiu animar o público tocando um rock pesado, com influências country. As letras das músicas falam de moto, mulher, manguaça, como descreve o vocalista Ricardo Pigatto – que já cantou na Dominus Praelli, uma das maiores bandas de heavy metal pé vermelho, e tocou no Demo Sul ano passado com sua outra banda, Fabulous Bandits.

A Festenkois, banda de Belo Horizonte esbanjou simpatia apesar do sono e do cansaço de viajar quatorze horas e ir direto para o Alona. O pessoal se mostrou muito animado para tocar no Demo Sul. “Viemos dispostos a fazer o nível do evento ficar lá em cima, independente da gente ser a banda escolhida ou não” conta empolgado o baterista Luiz Garcia - confira mais aqui. E conseguiram. Particularmente, achei uma das melhores bandas da noite.

Outra banda que não economizou na empolgação foi a Midnight Sisters. Tocando pela primeira vez fora do estado de São Paulo, a banda tem influências que vão desde Rolling Stones até Iron Maiden – banda que estampava a camiseta de um dos integrantes. “Das onze músicas do nosso álbum ‘Whatever happened to Jack Faye’, a gente toca nos nossos shows dez, então acho que a gente gosta de nadar contra maré”, declara um dos integrantes em entrevista para a o pessoal da cobertura quando mencionam a falta de espaço para bandas que tocam músicas próprias. 

A última banda da noite foi a Igor Diniz & the Traitors, projeto solo do baterista do New Ones. Com um visual diferente, eles tocaram covers das músicas Teenage Kicks e Chinese Rock e animaram boa parte dos que estavam ali presentes.

Segundo os colegas da colaborativa, a noite de ontem foi bem diferente de todas as outras, um tanto quanto “colorida” - como você pode conferir aqui mesmo, nas postagens anteriores. Recebi até uma declaração bombástica em uma ligação que fiz no final da noite: “Democratizar é até interessante para Demo Sul, mas o rock não é democrático”.

Bom, posso dizer que fiquei muito satisfeita com o que vi no sábado e que o Demo Sul esta apenas começando. Mal posso esperar para outubro chegar!

2 comentários:

Luiz Garcia disse...

Galera Londrinense!

Obrigado demais pela receptividade tão calorosa, pelo olho no olho, respeito e atenção. Nós do Festenkois nos sentimos em casa o tempo todo, de verdade, e isso ajudou muito a superar o tão falado cansaço da longa viagem.

Esperamos que realmente tenhamos contribuído de alguma forma com a qualidade dessas prévias e que nos vejamos em breve novamente.

Quero parabenizar também ao pessoal da cobertura colaborativa pela qualidade dos textos. Estão uma delícia de ler e mostra que todos aí tem um grande futuro. Ainda não consegui ler tudo e espero que não tirem do ar tão cedo. Quem sabe essa Zona Autônoma Temporária não vira um grande coletivo de trabalho, heim?!

Um abraço também ao Marcelo pela confiança e pelo convite e ao Maurício que fez um belo trabalho no som das prévias.

Valeu demais, galera!

Luiz.

Um forte abraço a todos

Luiz Garcia disse...

Opa galera, Luiz do Festenkois de novo.

Será que rola de vocês mandarem as fotos do nosso show (com os devidos créditos, é claro) pra gente incluir em nosso Flickr e em nosso futuro press kit? Não temos nenhuma pois usamos a câmera para filmar uma música e o memory card acabou antes que rolassem fotos.

Se for possível, mandem para festenkois@yahoo.com.br, por favor.

Valeu demais, pessoal.

Abraz!

Luiz.